5 dicas para economizar na ceia de Natal

Não adianta. Fim de ano é um período marcado por gastos. Tem a decoração da casa, o amigo oculto no trabalho, os presentes da família, a ceia do Natal, a viagem no Ano Novo…Apesar de amar celebrar e estar completamente inserida nesse contexto, eu tenho que admitir que nem só de festas de fim de ano vive uma festeira assumida.
Imagem: Pinterest
Janeiro chega com novos gastos e daqui a pouco já tenho que pagar o seguro do carro, o IPVA, a estadia no sítio com a família e por aí vai. Se você se identifica com essa situação, confira algumas dicas para economizar na ceia. Todo dinheiro que você economizar agora pode te ajudar lá na frente.

1. Planeje as compras

Ao invés de ir às compras e encher o carrinho sem planejamento, faça uma lista com os itens que você vai precisar. Para montar sua lista, se baseie no cardápio da Noite de Natal. Os itens podem ser divididos por entrada, prato principal, bebidas e sobremesa.

2. Pesquise e compare preços

Os preços dos produtos podem variar bastante de um estabelecimento para outro. Sendo assim, procure pesquisar e comparar os preços de pelo menos três lugares. Se o mercado tiver site, dê uma olhada nas ofertas. Isso pode te ajudar a economizar tempo e dinheiro!

3. Aposte em produtos da estação

Alguns produtos encarecem muito nessa época do ano. É o caso das oleaginosas (castanhas, nozes, pistache, amêndoas). Compre esses produtos em menor quantidade e aposte mesmo em itens da estação. As frutas da época tendem a ser mais saborosas, bonitas e baratas por conta disso.

4. Coloque a mão na massa

Ao invés de encomendar os assados, asse você mesmo as carnes. A família inteira pode ajudar no preparo do cardápio, inclusive, cada membro adulto pode ficar responsável por um prato. Se você tiver dotes culinários, vale até fazer os próprios panetones e biscoitos natalinos.

5. Reaproveite as sobras

Quando o Natal passar, ao invés de jogar as sobras fora, coloque a comida restante em recipientes bem fechados. Depois disso, refrigere a comida para reaproveita-la no almoço de Natal ou na semana seguinte. O arroz pode virar um saboroso bolinho, os restos de peru podem rechear um escondidinho, o pernil que sobrou pode incrementar a farofa, as frutas podem ser usadas em saladas. É só usar a criatividade para dar uma nova cara e sabor aos alimentos.
No mais, se for preciso, faça substituições espertas. Troque o peru por lagarto recheado e a torta de nozes por pavê de abacaxi. O importante é celebrar!
Abraços,
Ranne Couto

Deixe seu comentário